Com efeito a 19 de agosto, a Islândia implementou um sistema mais abrangente de monitorização nas fronteiras.

Assim, todos os passageiros que cheguem ao país terão de optar entre o cumprimento de quarentena durante 14 dias ou a realização de dois testes com cumprimentos de quarentena de 5 a 6 dias entre os dois testes.

Informação adicional pode ser encontrada no website www.covid.is, bem como:

- www.government.is/news/article/2020/08/14/Double-border-screening-for-all-arriving-passengers

www.covid.is/categories/tourists-travelling-to-iceland

-www.landlaeknir.is/um-embaettid/greinar/grein/item42647/welcome-to-Iceland-dear-traveller-What-happens-next

 

A DGS islandesa desaconselhou todas as viagens para países considerados de risco sendo que a partir de 19 de agosto, todos os países passam a ser listados como sendo de risco. 

 Na conferência de imprensa de 30 de julho, o Governo e Proteção Civil anunciaram a introdução de medidas mais restritivas no quadro da luta contra a pandemia. As novas regras entram em vigor ao meio dia de dia 31.

A principal alteração às normas em vigor passa pelo regresso da norma dos 2 metros de distanciamento social obrigatório, bem como pela redução do número máximo de participantes em eventos, de 500 para 100, a que se associa o uso de máscaras. Estas duas medidas serão obrigatórias em todos os espaços nos quais a regra dos 2 metros de distanciamento social não seja passível de aplicação prática (como cabeleireiros, ginásios e transportes públicos - o uso dos transportes públicos passa a exigir a utilização de máscara por todos os passageiros). A prática dos testes COVID-19 nos postos fronteiriços, a repetir 4 a 6 dias após a entrada em território islandês, será alargada de todos os cidadãos islandeses e residentes, passando a todos os viajantes chegados à Islândia, provenientes de países considerados de risco e que pretendam permanecer no país por 10 dias ou mais.

 

_________________________________________________________________

   

 

Com o objetivo de prestar informação aos emigrantes portugueses que quiserem viajar para Portugal no período estival, sugere-se leitura deste folheto. (ATUALIZAÇÃO 17-08-2020)

Recomenda-se também a leitura atenta das Perguntas Frequentes (FAQ's) sobre as viagens para Portugal.

Recorda-se que o Ministério dos Negócios Estrangeiros dá apoio aos viajantes portugueses através do Gabinete de Emergência Consular (GEC) em funcionamento 24 horas por dia (+ 351 217 929 714 | + 351 961 706 472 | gec@mne.pt).

  

0001.jpg

222222222222222222.jpg

 0003.jpg

 

 

 

 

 

 

0001_3.jpg

 

0002_4.jpg

 

0003_1.jpg

 

0004_1.jpg

 

0005.jpg

 

0006.jpg

 

0007.jpg

 

0008.jpg

 

0009.jpg

 

0010.jpg

 

0011.jpg

 

Toda a informação relativa à resposta islandesa à pandemia de COVID-19 pode ser ser encontrada em https://www.covid.is/english

Informações relativas à resposta económica do Governo podem ser consultadas em: https://www.government.is/news/article/2020/03/10/-Economic-response-to-COVID-19-/

 

Validade de Documentos (APENAS EM TERRITORIO NACIONAL):

No quadro das decisões excecionais que têm sido tomadas em virtude da pandemia de Covid19, encontram-se em vigor diversas medidas, vide Despacho nº 3301-C/2020, de 15 de março, de caráter extraordinário, temporário e transitório, com repercussões nos serviços de atendimento ao público. É o caso da aceitação, por parte das autoridades públicas portuguesas e para todos os efeitos legais, da exibição de documentos cujo prazo de validade expire durante o período de vigência das medidas excecionais ou nos quinze dias anteriores. 

Foi publicado em DR I série n.º 95-A-2020 de 16 de maio, o Decreto-Lei n.º 22/2020, que entre outras medidas estabelece no n.º 2 do artigo 16.º, o prolongamento da validade dos documentos de identificação, nomeadamente do cartão de cidadão, de certidões e certificados emitidos pelos serviços de registos e da identificação civil, carta de condução, documentos e vistos relativos à permanência em Território Nacional, bem como as licenças e autorizações cuja validade expire a partir da data de entrada em vigor do presente Decreto-Lei ou nos 15 dias imediatamente anteriores são aceites, nos mesmos termos, até 30 de outubro de 2020.

No quadro das medidas agora em vigor em Portugal convida-se à consulta da compilação de toda a informação oficial portuguesa no site https://covid19estamoson.gov.pt/

 

COVID-19: Regresso a Portugal

Tendo sido confirmados casos de doença pelo novo coronavírus (COVID-19) na Islândia, recomenda-se que os cidadãos nacionais que estejam a residir, a viajar ou a programar viagens para aquele país se mantenham informados quanto ao evoluir da situação e estejam atentos às informações divulgadas pelas autoridades de saúde locais, designadamente no portal https://www.landlaeknir.is/. Para acompanhamento telefónico em Reiquiavique, por favor contactar +354 1770

 

Em caso de dificuldades no estrangeiro, o MNE disponibiliza o Gabinete de Emergência Consular, em funcionamento 24 horas por dia (gec@mne.pt).

 

Nacionais portugueses em viagem cujos pacotes turísticos tenham sido adquiridos por via tradicional ou por via eletrónica devem recorrer aos respetivos operadores, para recolha de informações e cumprimento das suas responsabilidades.

  • Partilhe